A história real da vingança do troco da cenoura

Humor
Visto 98 vezes des de 4 de novembro de 2016.

Uma história bastante curiosa está invadindo as redes sociais. Isso porque as pessoas se identificaram com o narrador e se sentiram também vingados por ele, já que passamos por essa dificuldade muitas vezes e sempre quando mais precisamos.
A história diz que uma pessoa precisava muito fazer um depósito no valor de R$95,00, mas só tinha duas notas de R$50,00.
Ela pegou uma delas e foi no super mercado com a esperança de que fossem trocar por duas notas de R$20,00 e duas de R$5,00.
Ela parou em um caixa onde a mulher estava fazendo a contagem e tinha um monte de notas de R$20,00 e R$10,00 nas mãos.
Com toda educação e um grande sorriso no rosto ela perguntou: Boa tarde, senhora, poderia trocar esta nota de cinquenta reais? Preciso fazer um depósito e não tenho o valor certo.
Com uma cara de deboche a caixa  do supermercado olhou para ela e disse “Não tenho troco” (mesmo estando com a mão cheia de notas de R$20,00 e R$10,00).
E então, sentindo-se constrangida e indignada, a pessoa resolve ir na seção de horti-fruit e procurou o item mais barato que havia lá.
Pegou a menor e mais fina cenoura e se dirigiu ao mesmo caixa. A atendente pesou a cenoura que deu R$0,11 (onze centavos)  e advinha que nota ela deu para pagar?

Sim, a mesma nota de R$50,00 que havia pedido para a caixa trocar momentos antes!

Sem ter outra alternativa a caixa teve que trocar a nota devolvendo R$49,89. (sim, ela exigiu os centavos de troco)
A narradora diz que foi a sensação mais satisfatória que teve nos últimos tempos, e que sua vingança foi maligna!

Abaixo está a foto do produto a nota fiscal para comprovar o fato:

Quanto vale essa matéria / post?
Se você gostou, considere fazer uma doação de qualquer valor para ajudar o autor:

Digite o valor que deseja contribuir:
R$ .

>> ENVIAR <<
Após a sua colaboração você poderá baixar um certificado de agradecimento pela sua participação.
#COMPARTILHE:
MAIS:

Deixe uma resposta

Continua depois da publicidade:
Anúncio: