Mais de 52% dos Agentes de Saúde sofrem de depressão por causa da violência

Jornal dos ACS e ACE
Visto 96 vezes des de 29 de abril de 2015.

A violência no trabalho sofrida pelos Agentes de Saúde virou matéria da revista Exame.

A imprensa parece que finalmente resolveu olhar para  os sofrimentos dos Agentes de Saúde.

A Revista Exame publicou em seu site no último dia 02/04, uma matéria onde informa que a violência no trabalho tem deprimido cerca de 52% dos Agentes de Saúde.

De acordo com a matéria, vários tipos de violência sofridas durante o trabalho estão provocando depressão nos profissionais das Estratégias de Saúde da Família.

Foi realizada uma pesquisa com 2.940 integrantes das Estratégias de Saúde da Família no município de São Paulo, e do total de todos os entrevistados cerca de 52,3% sofria de depressão em consequência de violência sofrida durante o exercício do trabalho.

 Na pesquisa realizada, as maiorias das violências que foram detectadas durante o exercício da atividade profissional foram:

  •  Insultos;
  •  Ameaças;
  •  Agressão física;
  •  E o testemunho de violência.

Ainda de acordo com a matéria, o que expõe os profissionais das Estratégias de Saúde da Família (ESF) a vários tipos de violência durante o trabalho é  o contato íntimo que os mesmos tem com a população.

 Durante as visitas dos Agentes de Saúde à comunidade é onde pode ocorrer os insultos, ameaças e até agressões por parte das pessoas que são atendidas  ou por outros  moradores.

 Além disso também é comum que os Agentes de Saúde presenciem alguma cenas de violência praticada contra terceiros dentro da comunidade em que atuam.

Fonte: Site da Revista Exame

Você, já sofreu ou conhece alguém que tenha sofrido alguma dessas violências durante o exercício do seu trabalho? Responda nos comentários abaixo.

Quanto vale essa matéria / post?
Se você gostou, considere fazer uma doação de qualquer valor para ajudar o autor:

Digite o valor que deseja contribuir:
R$ .

>> ENVIAR <<
Após a sua colaboração você poderá baixar um certificado de agradecimento pela sua participação.
#COMPARTILHE:
MAIS:
Tags: ,

5 pensamentos sobre “Mais de 52% dos Agentes de Saúde sofrem de depressão por causa da violência”

  1. Janaina Oliveira disse:

    Pois é,é muito difícil nos que estamos na ponta e damos a cara a tapa, que levamos a fama de chatos e mau educados qnd temos que dizer não pra alguém! Se não tem consulta é nossa culpa, se o médico falta e não faz a receita é nossa culpa, tudo que nao se resolve é nossa culpa! Isso mexe muito com o psicológico da gente sendo que tem coisas que não depende do ACS

  2. Janaina Oliveira disse:

    Pois é,é muito difícil nos que estamos na ponta e damos a cara a tapa, que levamos a fama de chatos e mau educados qnd temos que dizer não pra alguém! Se não tem consulta é nossa culpa, se o médico falta e não faz a receita é nossa culpa, tudo que nao se resolve é nossa culpa! Isso mexe muito com o psicológico da gente sendo que tem coisas que não depende do ACS

  3. Vanessa disse:

    Estou em tratamento de depressão, tudo por causa da sobrecarga do trabalho, tudo vem em cima de nós ACS e ainda somos desvalorizados.
    Hoje estou afastada do trabalho por causa da depressão.

  4. Valquiria Amanda disse:

    já sofri violência verbal. assédio.e nuito mais .

  5. Rosemary disse:

    Eu já sofri violência moral ,e assédio no exercício da profissão
    de agente comunitário de saude

Deixe uma resposta

Continua depois da publicidade:
Anúncio: