Assassinato violento de ACS em serviço gera grande manifestação por mais segurança

Jornal dos ACS e ACE
Visto 60 vezes des de 4 de julho de 2016.

Quantas Fátimas? Até quando?

Após a tragédia do assassinato violento  da Agente de Saúde  Fátima de de Jesus Viana Rosa, de 43 anos que trabalhava na UBS Vila Penteado, na capital do Estado de São Paulo durante o seu trabalho de visita domiciliar, está sendo organizada uma grande manifestação pacifica para chamar a atenção das autoridades ao perigo que corremos todos os dias quando saímos para trabalhar e não sabemos se voltamos em segurança.

Com muitas postagens e comentários nas Redes Sociais os organizadores e participantes convocam a todos para se unirem nessa manifestação que está marcada para o próximo dia 06 de julho as 18 horas no vão livre do MASP em São Paulo.

O nosso intuito não é que o matem por ai, simplesmente que ele seja preso e que seja feita a justiça para que não aconteça com outras mulheres!!!! Na quarta feira acontecerá uma movimentação pacifica no vão do MASP, referente a este caso… 

(escreveu Debora em um comentário no Facebook postando a imagem abaixo):

Já (Celio Pires) em uma postagem na sua página do Facebook também divulgou a imagem abaixo e escreveu:

QUANTA FÁTIMAS?…. ATÉ QUANDO?
Aninha Domingos Coutinho disse: “Nos últimos dias form compartilhados fotos e notícias sobre a agente comunitária morta, a Fátima Viana… Estamos organizando uma manifestação de protesto contra o crime”.

Eu gostaria de que essa manifestação fosse a nível NACIONAL, pois TODOS deveriam se mobilizar pedindo mais segurança tanto para nós, quanto para toda a população Brasileira que sofre com essa criminalidade que assola o nosso país retirando o nosso direito de ir e vir em segurança.

Quanto vale essa matéria / post?
Se você gostou, considere fazer uma doação de qualquer valor para ajudar o autor:

Digite o valor que deseja contribuir:
R$ .

>> ENVIAR <<
Após a sua colaboração você poderá baixar um certificado de agradecimento pela sua participação.
#COMPARTILHE:
MAIS:
Tags: , ,

Deixe uma resposta

Continua depois da publicidade:
Anúncio: