O Departamento de Saúde da Família (Desf), da Secretaria de Atenção Primária à Saúde do Ministério da Saúde, comunicou essa semana a descontinuidade da disponibilização do instalador, atualizador e o fim do suporte técnico para o Prontuário Eletrônico do Cidadão (PEC) e-SUS AB na versão de 32 bits

A Justificativa:

Considerando o avanço da Estratégia e-SUS AB, o estágio atual da implantação do PEC, a evolução do sistema agregando novas funcionalidades e recursos tecnológicos, além da sua contribuição para um novo cenário de maturidade dos municípios em relação à informatização, informamos que o Ministério da Saúde encerrará a disponibilização e suporte do instalador e atualizador do software Prontuário Eletrônico do Cidadão (PEC) na versão 32 bits, no prazo de 60 dias, a contar da data de divulgação desta Nota Informativa.

Qual é a necessidade disso?

Continua depois da publicidade:

Fim da Publicidade
NAO GOSTA DE VER ANUNCIOS?
Apoie o Portal
O Departamento esclareceu que tal ação se torna necessária pois:

a) atualmente, um dos requisitos para utilização do PEC é a exigência de um computador que possua memória RAM com, no mínimo, 8 (oito) gigabytes de capacidade. Tal exigência só pode ser suprida na arquitetura de 64 bits; e

b) os novos computadores e servidores que estão sendo fabricados e disponibilizados no mercado atual não comportam mais a arquitetura 32 bits.

O que deve ser feito?

O Prontuário Eletrônico do Cidadão (PEC) e-SUS AB versão de 32 bits deve migrar para a versão de 64 bits.

Dessa forma, solicitamos que todos os municípios/unidades que ainda utilizam a versão de 32 bits migrem, o mais rápido possível, para a versão de 64 bits, mantendo a segurança, compatibilidade e novas funcionalidades oferecidas a cada nova atualização dos sistemas da Estratégia e-SUS AB.

Veja o vídeo explicativo abaixo:

Baixe as versões ATUALIZADAS do e-SUS AB e PEC no Portal da Secretaria de Atenção Primária à Saúde CLICANDO AQUI.

#COMPARTILHE


Comente no Portal10

ATENÇÃO:

Esse site informativo depende de você: Colabore com a independência do Portal10 clicando no botão abaixo.
Apoie o Portal
Continua depois da publicidade:

DEIXE SEU COMENTÁRIO