Devido o forte calor que vem fazendo em todo o Brasil, todos tentam se refrescar cada vez mais. Normalmente as pessoas procuram cachoeiras, piscinas e praias para esse fim.

Em decorrência disso, as mulheres devem REDOBRAR a atenção com a sua saúde.

Tudo isso, porque de acordo com informações de médicos ginecologistas, os riscos de contrair infecção urinária e outras doenças relacionadas aumentam para as mulheres que ficam muito tempo com o biquíni molhado.

A infecção urinária é causada por bactérias que vivem entre a vagina e o ânus.

A complicação acontece quando essas bactérias migram para a bexiga, podendo até chegar aos rins. Quando isso acontece, muito provavelmente irá surgir uma infecção. Se as bactérias não alcançarem os rins, o problema, conhecido como cistite, fica apenas concentrado na bexiga. Mas se seguirem para os rins, a infecção, nomeada de pielonefrite, se torna mais grave. Nesse estágio é comum vir acompanhada por febre alta (acima de 37.8°), calafrios e dor na região lombar.

Os principais sintomas da infecção urinária são:

  • ardência miccional;
  • dor no baixo ventre;
  • sensação de bexiga sempre cheia;
  • e alteração na coloração e odor na urina.

Como se prevenir:

Beber água é fundamental para prevenir inflamações e infecções.

A hidratação ajuda a manter o aparelho ativo, com fluxo de urina normal e saudável.

A água também é necessária para uma série de processos metabólicos e biológicos do organismo.

No entanto, para evitar complicações sérias, basta começar o tratamento o mais cedo possível. Caso contrário, há risco da infecção avançar pelo organismo, podendo até matar.

#CUIDE-SE
#COMPARTILHE

CLASSIFIQUE ESSA MATÉRIA:
1 votos e 5 pts

Deixe uma resposta