O plexo braquial tem localização lateral à coluna cervical e situa-se entre os músculos escalenos anterior e médio, posterior e lateralmente ao músculo esternocleidomastoideo, passa posteriormente à clavícula e acompanha a artéria axilar sob o músculo peitoral maior.

Ele é responsável pela inervação sensitiva e motora do membro superior e é formado pelos nervos espinhais ou raízes de C5,C6,C7 e T1.

Formação do plexo braquial:

Continua depois da publicidade:

Fim da Publicidade
NAO GOSTA DE VER ANUNCIOS?
Apoie o Portal
O plexo braquial se revela como uma ampla rede nervosa com início na coluna cervical, estendendo-se até a axila. Essa rede é organizada em cinco partes distintas: raízes, troncos, divisões, fascículos e ramos terminais (nervos periféricos) (Figura 2).
Assim, as raízes originais do plexo correspondem aos ramos anteriores dos quatro últimos nervos cervicais (C5-C8) e o primeiro torácico (T1).

Após deixar o forame intervertebral, o ramo anterior da raiz C5 junta-se ao anterior de C6, formando o tronco superior.

O ramo anterior da raiz C7, isoladamente, constitui o tronco médio.

O ramo anterior da raiz de C8 se une ao de T1, constituindo o tronco inferior.
Nesse percurso, o plexo braquial situa-se entre os músculos escaleno anterior e escaleno médio.

Ao ultrapassar a margem lateral do músculo escaleno anterior, os troncos se tornam mais superficiais, sendo cruzados anteriormente pelo músculo omo-hioideo. A partir desse ponto, as fibras nervosas aproximasse umas das outras, cruzando a face posterior da clavícula e do músculo subclávio (canal cervicoaxilar), onde cada tronco forma duas divisões, sendo uma anterior e outra posterior.

Os ramos do plexo braquial podem ser descritos como supra-clavicularese infra-claviculares.

Nervos:

Ramos Supra-claviculares:
Nervos para os Músculos Escalenos e Longo do Pescoço– originam-se dos ramos ventrais dos nervos cervicais inferiores (C5,C6,C7 e C8), próximo de sua saída dos forames intervertebrais.

Nervo Frênico– anteriormente ao músculo escaleno anterior, o nervo frênico associa-se com um ramo proveniente do quinto nervo cervical (C5). Mais detalhes do nervo frênico em Plexo Cervical.

Nervo Dorsal da Escápula – proveniente do ramo ventral de C5, inerva o levantador da escápula e o músculo rombóide.

Nervo Torácico Longo– é formado pelos ramos de C5, C6 e c7 e inerva o músculo serrátil anterior.

Nervo do Músculo Subclávio– origina-se próximo à junção dos ramos ventrais do quinto e sexto nervos cervicais (C5 e C6) e geralmente comunica-se com o nervo frênico e inerva o músculo subclávio.

Nervo Supra-escapular– originado do tronco superior (C5 e C6), inerva os músculos supra-espinhoso e infra-espinhoso.

Ramos Infra-claviculares:
Estes se ramificam a partir dos fascículos, mas suas fibras podem ser seguidas para trás até os nervos espinhais.

O Plexo Braquial 1


Do fascículo lateral saem os seguintes nervos:
Peitoral Lateral – proveniente dos ramos do quinto ao sétimo nervos cervicais (C5, C6 e C7). Inerva a face profunda do músculo peitoral maior;

Nervo Musculocutâneo– derivado dos ramos ventrais do quinto ao sétimo nervos cervicais (C5, C6 e C7). Inerva os músculos braquial anterior, bíceps braquial e coracobraquial;

Raiz Lateral do Nervo Mediano– derivado dos ramos ventrais do quinto ao sétimo nervos cervicais (C5, C6 e C7). Inerva os músculos da região anterior do antebraço e curtos do polegar, assim como a pele do lado lateral da mão.

Do fascículo medial saem os seguintes nervos:
Peitoral Medial– derivado dos ramos ventrais do oitavo nervo cervical e primeiro nervo torácico (C8 e T1). Inerva os músculos peitorais maior e menor;

Nervo Cutâneo Medial do Antebraço– derivado dos ramos ventrais do oitavo nervo cervical e primeiro nervo torácico (C8 e T1). Inerva a pele sobre o bíceps até perto do cotovelo e dirige-se em direção ao lado ulnar do antebraço até o pulso;

Nervo Cutâneo Medial do Braço – que se origina dos ramos ventrais do oitavo nervo cervical e primeiro nervo torácico (C8,T1). Inerva a parte medial do braço;

Nervo Ulnar – originado dos ramos ventrais do oitavo nervo cervical e primeiro nervo torácico (C8 e T1). Inerva os músculos flexor ulnar do carpo, metade ulnar do flexor profundo dos dedos, adutor do polegar e parte profunda do flexor curto do polegar. Inerva também os músculos da região hipotenar, terceiro e quarto lumbricais e todos interósseos;

Raiz Medial do Nervo Mediano– originada dos ramos ventrais do oitavo nervo cervical e primeiro nervo torácico (C8 e T1). Inerva os músculos da região anterior do antebraço e curtos do polegar, assim como a pele do lado lateral da mão.

Do fascículo posterior saem os seguintes nervos:
Subescapular Superior– originado dos ramos do quinto e sexto nervos cervicais (C5 e C6). Inerva o músculo subscapular;

Nervo Toracodorsal– originado dos ramos do sexto ao oitavo nervos cervicais (C6, C7 e C8). Inerva o músculo latíssimo do dorso;

Nervo Subescapular inferior – originado dos ramos do quinto e sexto nervos cervicais (C5 e C6). Inerva os músculos subscapular e redondo maior;

Nervo Axilar– originado dos ramos do quinto e sexto nervos cervicais (C5 e C6). Inerva os músculos deltóide e redondo menor;

Nervo Radial– originado dos ramos do quinto ao oitavo nervos cervicais e primeiro nervo torácico (C5, C6, C7, C8 e T1). Inerva os músculos tríceps braquial, braquiorradial, extensor radial longo e curto do carpo, supinador e todos músculos da região posterior do antebraço.


Continua depois da publicidade:

DEIXE SEU COMENTÁRIO