Ogãn e Atabaques – Rum, Rumpi, Lé

Espiritualidade
Visto 452 vezes des de 1 de maio de 2011.

Ogãn e  Atabaques – Rum, Rumpi, Lé

Ogãn e  Atabaques – Rum, Rumpi, Lé

O som é a primeira relação com o mundo, desde o ventre materno.
Abre canais de comunicação que facilitam o tratamento.
Além de atingir os movimentos mais primitivos, a música atua como elemento ordenador, que organiza a pessoa internamente.

São três os atabaques em um terreiro, Rum, Rumpi e , sendo o Rum o atabaque maior com som mais grave, é o atabaque responsável em puxar o toque do ponto que está sendo cantado, no Rum ficaria os Alabê, Ogãn, ou Ogãn de Sala, como é conhecido por todos, seria o Ogãn responsável pelos toques.

- Continua depois da Publicidade -

---

O Rumpi seria o segundo atabaque maior, tendo como importância responder ao atabaque Rum, e o Lé seria o terceiro atabaque onde fica o Ogãn que está iniciando ou aprendiz que acompanha o Rumpi.

O Rum também é responsável para dobrar ou repicar o toque para que não fique um toque repetitivo.

Cada atabaque tem suas obrigações a serem feitas, pois o atabaque praticamente representa um orixá.

Existem também o Abatá, que seria um tambor, com os dois lados com couro, que se usa muito no Rio Grande do Sul, e na nação Tambor de Mina.

Na Angola existem vários tipos de toques, onde cada toque é destinado a um Orixá, por exemplo, Congo de Ouro, Angolão que seria destinado a Oxossi, Ygexá que seria destinado a Oxum, etc. O mesmo acontece com ketu, que se toca com varinha de goiabeira ou bambu, chamadas aaguidavi. O couro também merece cuidados, se passa dendê e deixa no sol para que ele, o couro, fique mais esticado, e possa produzir um som melhor no atabaque.

A percussão dos tambores ou atabaques que varia de acordo com a nação do Candomblé.
Essa percussão pode ser feita com as mãos ou com aguidavis, ou por vezes com uma mão e um aquidavi, dependendo do ritmo (toque) e do atabaque que está sendo tocado.

Alguns exemplos de Toque de orixá :

Atabaques - Rum, Rumpi, Lé
  • o toque de Oxóssi é o Agueré.
  • o toque de Obaluaiyê é o Opanijé
  • o toque de Xangô é o Alujá
  • o toque de Oxum é o Ijexá
  • o toque de Oyá é o Ilu
  • o toque de Oxalá é o Igbi

Outros toques:

Atabaques - Rum, Rumpi, Lé
  • Adahun
  • Hamunha
  • Bravun
  • Setó
  • Congo de Ouro
  • Barravento
  • Muzenza

Um Ogãn seria como um tatá da casa na maioria das vezes seu conhecimento é quase superior a um Zelador de Santo, para ser um Ogãn não basta saber tocar e sim saber o fundamento da casa, saber o canto na hora certa, é de grande importância em um terreiro.

Ogan Apontado: pessoa apontada como possível candidato a Ogan.

Ogan Suspenso: pessoa escolhida por um Orixá para ser um Ogan.

Ogan Feito: a pessoa que já passou pelas obrigações necessárias para ser um ogãn.

ALAGBÈ, o chefe dos tocadores de atabaques, é o Ogan responsável pelos toques rituais, alimentação, conservação e preservação dos instrumentos musicais sagrados Atabaques. Se uma autoridade de outro Axé chegar no terreiro, o Alagbê tem de lhe prestar as devidas homenagens..

AXÒGÚN, é um sacerdote, um dos cargos mais importantes e de muita responsabilidade, ele é um especialista no que faz, é o Ogã encarregado do sacrifício dos animais votivos nas cerimônias do Candomblé Ketu.
Deve ser pessoa de absoluta confiança do lider religioso, precisa ter boa memória, saber as técnicas complexas para a execução de suas tarefas, não pode cometer nenhum erro.

Dependendo do prestígio do Axogun, poderá ser convidado por outros sacerdotes de outras casas para exercer suas funções em caso de grandes obrigações.

PEJIGÁN, O responsável pelos axés da casa, do terreiro. Primeiro Ogã na hierarquia, zela e guarda o PEJI.

Existem outros cargos de Ogãns dentro de uma casa, esses são os mais comuns……
Não sei a fonte desse texto, recebi por e.mail, achei interessante repassar pra vocês.

Pix Portal10

- Continua depois da Publicidade -

---
CONTINUE LENDO:
#COMPARTILHE:

Deixe uma resposta

- Continua depois da Publicidade -

---


Feito com muito amor!