Prefeitura manda PRENDER pessoas que mantém focos de dengue

Atenção Primária - SUS - Jornal dos ACS e ACE - Saúde e Bem Estar
Visto 50 vezes des de 20 de janeiro de 2020.

Em uma atitude drástica, a prefeitura mandou prender 3 pessoas que mantinham focos do mosquito Aedes Aegypti que pode transmitir doenças como zikadengue, febre amarela e chikungunya.

Uma matéria em vídeo publicada pelo canal do programa Balanço Geral Maringá, traz uma notícia preocupante e muito séria.

Trata-se de uma atitude drástica que foi tomada pela prefeitura de Paranavaí, município localizado no Noroeste do estado do Paraná que encaminhou três pessoas para a delegacia de polícia por descuidarem de suas casas facilitando a proliferação das larvas do mosquito Aedes aegypti.

Continua depois da publicidade:

Anúncio:
Fim da Publicidade

Com o objetivo de evitar uma nova epidemia como foi registrada no ano de 2013, o prefeito disse que se baseou em um artigo do código penal, que tem o seguinte texto:

Art. 268 – Infringir determinação do poder público, destinada a impedir introdução ou propagação de doença contagiosa: Pena – detenção, de um mês a um ano, e multa.

Art. 268 do Código Penal – Decreto Lei 2848/40

Leia abaixo um resumo da matéria:

Mosquito no ar e perigo na cidade inteira. Paranavaí tem sinal de alerta. Alto risco de epidemia por dengue.

O ritmo acelerado de proliferação das larvas do Aedes aegypti, fez a prefeitura tomar uma atitude drástica. 3 pessoas foram encaminhadas para a delegacia, por descuidarem de suas casas. O prefeito disse que se baseou em um artigo do código penal:

“Analisando os índices de infestação a gente percebeu que tem um progressivo aumento e somente a conscientização que já é feita à décadas aqui no brasil, principalmente em Paranavaí e também as notificações e multa não estão surtido o efeito necessário para que as pessoas tenham o devido cuidado com as suas residências…”

Disse o prefeito em entrevista ao programa.

Segundo a vigilancia de saúde os focos de dengue encontrados em um imóvel tinham o potencial para atingir 20.000 (vinte mil) pessoas.

A prefeitura também ofereceu tratamento psicológico para algumas famílias por serem acumuladoras compulsivas.

Veja o vídeo da matéria completa abaixo:

Matéria publicada pelo programa Balanço Geral Maringá no youtube

De acordo com a matéria a população do município, aprova as medidas. E você, o que acha dessa atitude? Deixe a sua opinião nos comentários abaixo.

#COMPARTILHE:
MAIS:
Tags: ,

Deixe uma resposta

ATENÇÃO:

Nós PRECISAMOS de você!
Doe QUALQUER QUANTIA e ganhe um LINDO CERTIFICADO digital.

Digite o valor que deseja contribuir:
R$ .


Continua depois da publicidade:

Anúncio: