Carta Psicografada do menino João Hélio

Espiritualidade
Visto 63 vezes des de 2 de fevereiro de 2015.

Recebi esse texto via Facebook e achei interessante postar aqui para vocês refletirem.

  Carta Psicografada do menino João Hélio

(menino de 6 anos que foi arrastado em 2007 no Rio de Janeiro).

“Nasci na Gália no ano de 22 AC e desencarnei na Líbia no ano 20 da era Cristã.
Fui oficial da Legião dos Leões que estava na Líbia, Núbia.
Como governador de Al Katrim, me comprazia atrelar na minha biga, que era puxada por dois cavalos velozes.
Crianças, homens, mulheres, novos e velhos eram arrastados através da estrada seca e pedregosa daquela região da África.
Os corpos se despedaçavam e eu era exaltado pelos meus pares…
Morri em combate com tropas egípcias e me deparei em uma região profunda, talvez uma caverna.
Muitos gritos aterradores me esperavam.
Fui levado a um estado de total animalidade por 1.500 anos quando servos de Maria me resgataram.
Sendo levado para outro plano, fui aos poucos tendo meu espírito reajustado, minha mente normalizada e meus pensamentos corrigidos.
E compreendi os horrores que cometi.
Que tristeza Deus!
Por 300 anos permaneci em preparo para reencarnação e pedi a graça de receber para desencarne o mesmo destino dado por mim a outros.
No ano de 2001 após busca incessante por quem me recebesse como filho, um casal tiranizado por mim aceitou.
Reencarnei.
Agora em comoção generalizada, como irmão Joãozinho, desencarnei… e agradeço ao Pai ter me atendido dando destino igual ao que dei às minhas vítimas.
Estou em paz, estou na luz.
Resgatei um pouco do meu passado, outros momentos virão.
Confio em Deus.”
Titus Aelius (João Hélio).
Médium Henrique Leite
Abraço a Todos: Carlos Magno Rabelo Balbino.
Carlos Magno Rabelo Balbino

Quanto vale essa matéria / post?
Se você gostou, considere fazer uma doação de qualquer valor para ajudar o autor:

Digite o valor que deseja contribuir:
R$ .

>> ENVIAR <<
Após a sua colaboração você poderá baixar um certificado de agradecimento pela sua participação.
#COMPARTILHE:
MAIS:
Tags: ,

Deixe uma resposta

Continua depois da publicidade:
Anúncio: